Concurso TCE RJ 2022 – Banca Organizadora é Selecionada

TCE-RJ seleciona banca organizadora do seu novo concurso público 2022. Edital deve sair em breve.

O novo concurso do TCE RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro) agora conta com a sua banca organizadora definida para os cargos de técnico e analista. A empresa responsável por comandar o concurso será a Cebraspe, e a escolha foi através de dispensa de licitação, de acordo com o documento que foi publicado através do diário oficial do estado, o que acontece na última quinta-feira (16). O órgão neste concurso, ao que tudo indica, também contará com oportunidades para as funções de procurador.

Neste último caso, entretanto, ainda é necessário que seja feita a definição a respeito da banca que será responsável por tal, mas há a possibilidade de que também fique sob os cuidados do Cebraspe. Somente após ser feita a assinatura do contrato em questão que assim poderá ser confirmada de fato a data para a publicação do edital. É preciso primeiro que haja esta assinatura para que assim a banca fique definida como responsável para que os próximos passos para o concurso sejam dados. Levando em consideração estes detalhes, é esperado que nos próximos dias novidades sejam divulgadas a respeito do concurso, de acordo com este acontecimento da assinatura.

Ao que se sabe até o momento, de acordo com as informações prévias do concurso, serão 25 vagas ofertadas para o órgão. Entre elas, 10 serão dedicadas para técnicos enquanto outras 10 serão para analistas da área de tecnologia da informação, e por fim, as últimas cinco serão para a função de procurador. No caso das oportunidades para técnico, é necessário que os candidatos possuam formação no ensino médio, e para analistas e procuradores é preciso que os candidatos contem com formação no ensino superior para que possam assim participar do concurso.

Leia também:  Concurso ALESE 2018 - Inscrições, Vagas

Foi destacado também desde já que para analista a exigência é que seja nas áreas de ciência da computação, engenharia da computação, engenharia de sistemas ou então com alguma graduação em cursos de ciências exatas contando com pós-graduação em análise de sistemas e dois anos de prática profissional. Outro detalhe que já foi destacado também é que para as vagas de procuradores, é necessário que os candidatos tenham alguma formação na área de direito, e que também tenham exercido a profissão em questão ao longo de três anos em qualquer segmento do campo jurídico. Para procurador, a remuneração que será ofertada de acordo com os detalhes preliminares do concurso é de R$35.462,22. Os demais cargos ainda não possuem uma definição neste sentido e isso deverá ser feito em breve após a assinatura da banca organizadora.

Alguns outros detalhes também podem ser levados em consideração desde já. Para as vagas de técnicos de controle externo, segundo o regulamento do certame que já foi publicado, sete delas deverão ser dedicadas para a ampla concorrência, uma para portadores de deficiência, uma para negros e índios e também outra para os hipossuficiente econonomicamente.

Vale destacar, que mesmo que o concurso ainda esteja em seus detalhes iniciais alguns pontos já podem ser levados em conta pelos candidatos que desejam participar do processo seletivo que será feito. Portanto, o concurso ao que tudo indica será feito em duas partes, uma com uma prova objetiva e outra com uma prova discursiva. A prova objetiva contará também com duas partes, na primeira serão abordados temas de conhecimentos básicos e na segunda parte da prova serão abordados temas de conhecimentos específicos, de acordo com as oportunidades que estão sendo oferecidas pelo órgão agora.

Leia também:  Concurso Previsto PGDF 2019 - Banca organizadora foi definida

Para o cargo de analista de controle externo, de acordo com o que se sabe, serão sete vagas para concorrência ampla, uma para portadores de deficiência e uma para negros e índios, por fim também será dedicada uma vaga para os hipossuficientes economicamente. A seleção para estas vagas será feita em três etapas distintas, com provas objetivas, provas discursivas e análise de títulos. A prova objetiva terá duas partes, de conhecimentos básicos e específicos. Todos os cargos que estão sendo oferecidos pelo certame terão uma validade de um ano, mas podem ser prorrogados caso seja necessário por mais um ano.

Nayara Silva Guimarães

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.