Concurso MP PE 2022 – Vagas para Promotor de Justiça


MP PErealiza Novo Concurso Público 2022 com vagas para Promotor de Justiça. Inscrições podem ser feitas até o dia 21 de fevereiro de 2022.

O Ministério Público de Pernambuco irá realizar um novo concurso público que objetiva selecionar cerca de 15 candidatos para executarem as funções de promotor.


Dessa forma, se você, caro leitor, almeja participar do certame ou até conhece alguém que tem esse desejo de crescer profissionalmente, não deixe de conferir as informações que se seguem logo abaixo, as inscrições iniciam no dia de hoje.


Com base no edital emitido pelo MP PE, no dia 28 de janeiro começaram as inscrições para o certame que promete fornecer 15 oportunidades de vagas de promotoria. Dessa forma, os cargos de promotor sofrem duas subdivisões, isto é, o primeiro é de promotor de justiça, enquanto o segundo é de promotor de justiça substituto.


Para participar do processo de seleção o participante deve alcançar alguns pré-requisitos estabelecidos: o primeiro deles é ser graduado no curso de Direito, seja em universidade pública ou particular, desde que ela tenha o reconhecimento do MEC; a segunda exigência é que o candidato já possua experiência de pelo menos 3 anos atuando na área jurídica.


Respeitando as leis que visam a inclusão de candidatos, do total de 15 vagas, cerca de 4 delas serão destinadas aos candidatos negros que forem competir, e outras duas reservadas a candidatos com deficiência.

Aqueles que obtiverem o sucesso da aprovação iniciam suas atividades com uma remuneração inicial aproximada de R$ 30.4000,00.

Portanto, para aqueles que desejam se inscrever, basta visitar o site da banca organizadora, que será Fundação Carlos Chagas, através do seguinte endereço eletrônico: https://www.concursosfcc.com.br/concursos/mpepe121/index.html. A inscrição só pode ser feita por meio da internet. É válido ressaltar que o processo de inscrição se inicia hoje, dia 28 e se estende até o dia 21 do mês de fevereiro. Assim, após realizar um cadastro no site da instituição, o candidato deve imprimir um boleto no valor de R$ 295,00, que corresponde a taxa de inscrição. Dessa forma, a inscrição só é validada após essas duas etapas. Por isso, o participante deve atentar-se para não perder o prazo do pagamento do boleto no banco.

O processo seletivo acontece em quatro etapas distintas, sendo todas de caráter classificatório ou eliminatório. A primeira é a prova objetiva. Dessa forma, se o candidato se classificou na primeira etapa, pode esperar na segunda etapa pelas provas discursivas, que são divididas em parte 1 e parte 2. Se passar nessas duas fases, é hora de estar preparado para a prova oral. A última etapa, como ocorre em todos os certames, é a prova de títulos, em que são examinados os documentos que comprovam que o candidato é respaldado para atuar na área.

Sabe-se que os concursos públicos como esses são extremamente concorridos e o número de candidatos por vagas é exorbitante. A maior parte das pessoas que se graduam no curso de Direito tem o desejo de passar em um concurso público, pois muitas vezes é a única forma de conquistar a tão sonhada estabilidade financeira, além do status social, já que no Brasil nem todos nasceram em uma família de advogados com empresa de advocacia bem sucedida.

No entanto, muitas pessoas têm o desejo de participar de processos de seleção quando pensam no número de concorrentes. O segredo é não recuar e nem mesmo desistir ao pensar nisso, em qualquer grande concurso haverá diversos obstáculos e não apenas este. É preciso preparar-se muito bem, e um método de estudo bastante empregado é se utilizar de provas anteriores da banca organizadora e assim, realizar simulados para treinar tempo, notar como o conteúdo é cobrado nas questões, e serve para analisar o rendimento pessoal nos estudos, isto é, em quais matérias é preciso focar mais em detrimento de outras.


Ana Paula


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.